Grupoanel's Blog

Converter ideias em resultados é a nossa rotina.

sexta 17-8-12 Destaque das Principais Noticias de Economia e Negocios

Resumos das principais notícias sobre negócios e economia, com destaque para as empresas com negócios no Brasil.

Noticias de sexta-feira, 17 de agosto de 2012
Ponto eletrônico para MPEs será obrigatório a partir de 3 de setembro
SÃO PAULO – As MPEs (Micro e Pequenas Empresas) devem se adequar ao ponto eletrônico até 3 de setembro. De acordo com o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), nos primeiros 90 dias, a fiscalização é orientativa, para indicar falhas na implantação. Sobre a obrigatoriedade do ponto eletrônico para as MPEs (Micro e Pequenas Empresas), o ministério explica que as que têm até 10 empregados estão desobrigadas de utilizar qualquer sistema de ponto. Já as empresas que possuem mais de 10 funcionários podem utilizar um dos dois outros sistemas permitidos: manual ou mecânico. Assim, a utilização do sistema eletrônico é opcional.
Leia mais: http://www.infomoney.com.br/negocios/noticia/2531097/Ponto-eletronico-para-MPEs-sera-obrigatorio-partir-setembro

Tendência é de melhora gradual na inadimplência
A tendência é de queda gradual no índice de inadimplência ao longo do segundo semestre. É o que aponta pesquisa Indicador de Perspectiva Serasa Experian de Inadimplência de Empresas  e Consumidores. O estudo possibilita mostrar, com seis meses de antecedência, como será o nível de atrasos nos pagamentos. Foi a nona queda seguida, ou seja, desde outubro a pesquisa apontava que os calotes iriam diminuir. Relatório do Banco Central registrou, em junho, redução de 0,1 ponto percentual nos atrasos superiores a 90 dias. Leia mais:
http://www.dgabc.com.br/News/5975229/tendencia-e-de-melhora-gradual-na-inadimplencia.aspx

Estímulo demora a aparecer, mas Brasil sai da crise cedo, afirma Mantega
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse na noite desta quinta-feira que as recentes medidas de estímulo à economia, como desonerações fiscais, concessões em infraestrutura e ampliação da capacidade de endividamento dos Estados, levam algum tempo para exibir impactos no crescimento econômico. Ele destacou, porém, que o Brasil tem uma das maiores carteiras de investimentos do mundo e irá se recuperar mais rápido que outros países dos efeitos da atual crise internacional. Bons fundamentos foram importantes para a abertura de possibilidades como a de queda dos juros, segundo Mantega. “A solidez fiscal e a baixa vulnerabilidade externa atual permitiram que o governo transformasse a crise em oportunidade para corrigir distorções históricas”, afirmou.

Mantega desafia bancos privados a concorrerem nos juros e crédito
São Paulo – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse agora a pouco em São Paulo que, se as instituições financeiras do setor privado não adotarem “uma ação ousada” para oferecer mais crédito a juros cada vez menores, “vão comer poeira dos bancos públicos”. O ministro participou hoje (17) na cidade de um encontro nacional de superintendentes do Banco do Brasil. Segundo o ministro, não vai faltar dinheiro público para estimular as operações de crédito destinadas a consumo e capital de giro. Mantega informou ainda que o governo pretende reforçar a política de desoneração fiscal com a previsão de abrir mão de um volume de R$ 45 bilhões em receitas. De outro lado, garantiu que haverá rigor na fiscalização sobre a contrapartida, que é a manutenção do emprego como fator de geração e de renda. Leia mais: http://www.jb.com.br/economia/noticias/2012/08/17/mantega-desafia-bancos-privados-a-concorrerem-nos-juros-e-credito/

Gastos com despesas pessoais sobem e pressionam inflação em São Paulo
São Paulo – Depois de três decréscimos seguidos, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na capital paulista, aumentou de 0,16% para 0,21%, na segunda apuração deste mês, referente ao período de 16 de julho a 16 de agosto, comparado aos 30 dias imediatamente anteriores. O maior impacto partiu do grupo despesas pessoais, cuja taxa ficou em 0,76% ante 0,52%. 
Prévia do PIB mostra alta de 0,75% em junho
O nível de atividade econômica do país registrou alta em junho deste ano, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (17) pelo Banco Central. No mês retrasado, o Índice de Atividade Econômica do BC, o IBC-Br, que busca antecipar o resultado do PIB, somou 141,79 pontos, com alta de 0,75% em relação a maio deste ano (140,74 pontos – dado revisado). Nos seis primeiros meses deste ano, na comparação com igual período de 2011, foi registrada uma alta de 0,87%, segundo números do BC. 
Confira as cidades que mais criaram empregos e as que mais eliminaram postos no ano
A maioria das capitais liderou o ranking de cidades brasileiras que mais criaram empregos com carteira assinada de janeiro a julho deste ano — entre os dez municípios que encabeçam a lista, oito são capitais (confira abaixo o ranking completo). As informações são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgadas pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego). Mais uma vez, os municípios paulistas de Franca e Campinas quebraram a hegemonia das capitais na geração de novas oportunidades. Mas a liderança continua sendo de São Paulo, cuja economia abriu 99.153 postos formais de janeiro a julho deste ano.
Leia mais: http://noticias.r7.com/economia/noticias/confira-as-cidades-que-mais-criaram-empregos-e-as-que-mais-eliminaram-postos-no-ano-20120817.html?question=0

Vendas no varejo crescem 1,5% em junho
Todas as unidades da federação apresentaram resultados positivos
Em junho, o comércio varejista do país registrou crescimento de 1,5% no volume de vendas e 1,9% na receita nominal, em relação ao mês anterior, na série com ajuste sazonal, segundo dados divulgados hoje pelo IBGE. Para o volume de vendas, tal resultado reverte o sinal negativo observado em maio, e para a receita nominal de vendas, representa o quarto mês consecutivo de taxas positivas. Nas demais comparações, obtidas das séries originais (sem ajuste), o varejo nacional obteve, em termos de volume de vendas, acréscimos da ordem de 9,5% sobre junho do ano anterior, de 9,1% no acumulado do primeiro semestre e 7,5% no acumulado dos últimos 12 meses. Para os mesmos indicadores, a receita nominal de vendas apresentou taxas de variação de 12,8%, 12,1% e de 11,5%, respectivamente.
Leia mais: http://www.jb.com.br/economia/noticias/2012/08/16/vendas-no-varejo-crescem-15-em-junho/ 

Vale suspende projeto de US$ 3 bi no Canadá e estuda novos adiamentos
RIO – O freio na economia mundial obrigou a Vale a colocar na geladeira um investimento de US$ 3 bilhões em potássio no Canadá. O projeto, conhecido como Kronau, é o primeiro efetivamente suspenso pela mineradora desde o agravamento da crise este ano. “Certamente não será implementado agora”, garantiu ontem o presidente da mineradora, Murilo Ferreira, sem descartar novos adiamentos no atual cenário de incertezas. “Eu citei esse como um exemplo”, disse. Os ajustes devem ser conhecidos durante a divulgação do plano de negócios da mineradora para 2013, prevista para outubro. Além de suspender Kronau, a Vale tem outros grandes projetos sob reavaliação: Simandou, um projeto para exploração de minério de ferro na Guiné, e Rio Colorado, um projeto de potássio na Argentina.
Leia mais: http://estadao.br.msn.com/economia/vale-suspende-projeto-de-usdollar-3-bi-no-canad%C3%A1-e-estuda-novos-adiamentos 

Engenheiro planeja viagens sozinho para economizar
Planejar as férias sem o apoio de agências de turismo dá menos trabalho do que você pensa. Com um pouco de paciência e pesquisa é possível conseguir bons descontos. É o que faz o engenheiro Andre Leidenheimer Ruiz Soler, 39 anos. Ele diz que já conheceu mais de 150 cidades pelo mundo e, em quase todos os passeios, planejou tudo sozinho. “Já viajei com pacotes de agências de turismo e vi que não tinha nada de diferente. Além disso, tem regras engessadas, como aqueles translados que ninguém quer fazer, e costumam ser mais caros”. Quem compra um pacote fechado, contudo, fica refém dos preços firmados entre as operadoras e companhias aéreas. Outra dica de Soler é usar a velha aliada das finanças: uma planilha de custos.  “Às vezes dá preguiça, mas no fim acabamos planejando tudo sozinhos”, afirma. Leia mais: http://estadao.br.msn.com/economia/engenheiro-planeja-viagens-sozinho-para-economizar

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: